Pesquisadores discutem produção científica gaúcha sobre segurança alimentar

Pesquisadores de ciências agrárias, tecnologia de alimentos, ciências sociais, educação, serviço social, psicologia, nutrição e outros profissionais da área da saúde estarão reunidos nesta sexta-feira (22) para discutir parte da produção científica sobre segurança alimentar e nutricional sustentável desenvolvidas no Estado. O encontro será no Prédio 9 da PUCRS, a partir das 8h30min. A atividade faz parte da Semana da Alimentação, promovida de 16 a 22 de outubro, que tem como tema central este ano “A Biodiversidade a serviço da Segurança Alimentar”.
Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável é um termo recente no Brasil, mas que tem as suas bases num conceito europeu criado na Primeira Guerra Mundial. Com as modificações existentes ao longo dos anos, passou a englobar todas as áreas relacionadas com a elaboração e a necessidade de se conseguir ter uma alimentação saudável, com qualidade e em quantidade suficiente e de modo permanente, buscando garantir um direito humano básico para a cidadania.
Nas palestras serão apresentados sete trabalhos, comentando estudos que vão da análise da percepção dos alimentos transgênicos pelos consumidores até riscos de contaminação pela bactéria salmonela e a questão da vigilância nutricional e educação alimentar da população infantil.
O encontro de pesquisadores é um desdobramento dos debates que já começaram a ser travados pelas universidades, instituições de ciência e tecnologia e outras entidades no Estado nas iniciativas do Fórum Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável (Fesans).
Outra atividade a ser realizada nesta sexta-feira é o debate para a formação de uma rede de cooperação de pesquisadores em segurança alimentar e nutricional sustentável. Esta etapa da discussão iniciará às 13h30min. Depois, os representantes das instituições envolvidas participarão de uma mesa-redonda, na qual serão comentadas as ações que serão priorizadas, a perspectiva de apoio adotada pela Fapergs e um breve relato sobre a realidade estadual.
A entrada é franca e a promoção do encontro de pesquisadores é da Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (Fepagro), da seção gaúcha da Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos (SBCTA/RS), Associação Gaúcha de Nutrição (Agan) e do Fórum Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável (Fesans). Já, a Semana da Alimentação conta com a participação de diversas entidades da sociedade civil organizada e de vários órgãos públicos, sob a coordenação geral da PUCRS, Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável/RS (Consea/RS) e Ação da Cidadania RS – Comitê Gaúcho.

Fonte: Página Rural