Milhares precisam recorrer à Justiça para ter acesso à saúde