Maioria dos correntistas paga por serviços que não usa